Publicado em

Astronomia versus astrologia: qual é a diferença?

Astronomy vs astrology

Astronomia e astrologia muitas vezes são usadas de forma intercambiável. Mas não se engane, pois não são iguais. Os dois compartilham raízes semelhantes e ambos se concentram no céu e nas estrelas acima de nós. Mas é aí que as semelhanças terminam. Confira uma análise mais detalhada da comparação entre astronomia e astrologia e por que a diferença é importante.

Astronomia versus astrologia: uma breve definição

Basicamente, a astronomia é a ciência de estudar as estrelas e outros componentes do universo. Cientistas que estudam astronomia observam os padrões de movimento dos planetas. Eles estudam as propriedades dos corpos celestes e examinam sua posição no céu.

A astrologia é baseada na astronomia. Ela usa o que os astrônomos descobriram e tenta fornecer uma visão sobre como esses corpos celestes influenciam a vida na Terra. Por exemplo, ele leva em consideração a posição dos planetas em um determinado momento e faz previsões sobre como esse posicionamento pode influenciar decisões, comportamentos, humores e muito mais.

A ciência da astronomia

Antigamente, astronomia e astrologia eram consideradas uma coisa só. Então, durante o Iluminismo, as ideias da astrologia começaram a ser rejeitadas como superstições.

Hoje, a astronomia é uma ciência reconhecida. Os astrônomos dedicam suas carreiras a olhar para o céu para identificar novas estrelas e planetas. Eles estudam suas origens, calculam seus movimentos e fazem suposições lógicas. Ao contrário da astrologia, os astrônomos podem corroborar suas ideias com evidências. É por isso que as descobertas da astronomia são amplamente aceitas por outros cientistas, acadêmicos e o público em geral. Mesmo por quem não é especialista em astronomia.

A pseudociência da astrologia

Tecnicamente, a astrologia não é uma ciência. É mais uma pseudociência. Ela usa a astronomia como base para explicar o impacto dos comportamentos astronômicos. Os astrólogos transformam suas explicações em horóscopos e outras previsões baseadas em signos específicos do zodíaco. Eles acreditam que o posicionamento planetário em qualquer momento pode causar impacto sobre a vida humana, como nos pensamentos, sentimentos e decisões de uma pessoa.

Para fins de clareza, a astrologia tem uma base científica. Os astrólogos usam o mesmo vocabulário que seus colegas astrônomos. Também partem de mapas estelares, diagramas e gráficos que detectam as posições planetárias em qualquer momento.

No entanto, ao contrário da astronomia, não há como “provar” as crenças da astrologia. Muitas pessoas que leram sobre astrologia afirmam que suas descobertas costumam ser genéricas demais para serem confiáveis. E quando as previsões se concretizam, alguns tendem a ver isso como mera coincidência.

Por outro lado, há pessoas cujas experiências foram totalmente opostas. Muitos consultam seus horóscopos para procurar sinais em suas vidas, receber orientação e explicar por que estão se sentindo de determinada maneira.

Como a astrologia usa a astronomia

Um mapa estelar é uma representação das estrelas no céu em qualquer data determinada.
Um mapa estelar é uma representação das estrelas no céu em qualquer data determinada.

Uma das ferramentas mais valiosas em astronomia e astrologia são os mapas estelares. Um mapa estelar é uma representação das estrelas no céu em qualquer data determinada. Algoritmos criam esses mapas com base em padrões previamente estabelecidos para que um mapa preciso possa ser criado para qualquer data, mesmo para aquelas no futuro.

Mapas estelares voltados para o futuro são usados ​​por astrólogos para desenvolver previsões de como os eventos planetários impactarão a vida humana, geralmente de acordo com o signo do zodíaco. O zodíaco é normalmente considerado um componente da astrologia, mas também é uma ferramenta usada pelos astrônomos.

Constelações do zodíaco

O zodíaco é definido pela trajetória anual da Terra em torno do sol. Ao longo de 12 intervalos distintos, vemos o sol contra as mesmas constelações ao longo do ano. É por isso que os signos do zodíaco são geralmente chamados de signos “solares”.

A astronomia indica que esses signos representam constelações que têm os mesmos nomes dos 12 signos do zodíaco. Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. A partir desse ponto, a astrologia assume e nos diz que a posição do sol contra essas constelações pode ter um impacto em nossos traços de personalidade no nascimento, bem como em nosso humor, comportamento e ações ao longo de nossas vidas.

Há muitos pontos em comum entre astronomia e astrologia. Portanto, não é surpresa que as duas áreas de conhecimento sejam usadas ​​alternadamente. A coisa mais importante a lembrar é que a astronomia é uma ciência que explica muito sobre “o quê” de nosso universo: ela nos presta informações factuais sobre os corpos celestes e usa lógica e provas para sustentar as afirmações. A astrologia leva a astronomia um passo adiante para explicar o impacto da astronomia na vida humana, descobertas que nem sempre são amplamente aceitas e são baseadas mais na especulação do que em evidências sólidas e confiáveis.

Mapas estelares em astronomia e astrologia

Independentemente de você adorar astronomia ou astrologia ou mal poder esperar para ler seu horóscopo todos os dias, todo mundo pode se beneficiar de um mapa estelar personalizado. Os mapas estelares fornecem uma visão detalhada do céu noturno na data que você escolher. Cabe a você decidir se as estrelas e planetas se alinharam para você naquele dia tão especial.

Comece a criar seu mapa estelar personalizado aqui e traga o céu noturno para dentro de sua casa.